Edir Macedo versus Bíblia Sagrada (1): Doenças

25
866
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Assine o Blesss
Edir Macedo diz:

“A tradição religiosa ensina que devemos pedir todas as coisas dizendo ‘se for da vontade de Deus’. Conseqüentemente, poucas pessoas têm experimentado milagres de cura. Parece contraditório, mas a realidade é que muitos cristãos, e até pastores, acreditam que ‘talvez não seja da vontade de Deus curar’. Isso é diabólico, falso, abominável”. (Folha Universal, 4/05/08, p. 3.)

A Bíblia diz:

A nossa vontade nem sempre coincide com a vontade de Deus e a vontade de Deus deve ser levada a sério. Na oração modelo, o Senhor Jesus mesmo coloca em nossos lábios o respeito pela soberania de Deus: “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mt 6.10). O próprio Jesus, em sua tremenda agonia no Getsêmani, três vezes seguidas suplicou a suspensão do cálice do sofrimento sem abrir mão da submissão devida a Deus: “Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres” (Mt 26.39). Mesmo convencido várias vezes pelo Espírito de que passaria por prisões e sofrimentos em Jerusalém (At 20.22-24), o que foi confirmado dramaticamente por um profeta chamado Ágabo, o apóstolo Paulo não desistiu da viagem, apesar do pedido de Lucas e dos crentes de Cesaréia, que acabaram descobrindo que essa era a vontade de Deus (At 21.10-14).

Davi já havia se arrependido do seu adultério e que a mão do Senhor já não pesava mais dia e noite sobre a sua cabeça (Sl 32.1-5), quando seu jejum e oração chorosos em favor da criancinha gravemente enferma não foram atendidos (2Sm 12.15-23).

Havia muitos leprosos em Israel (povo eleito) no tempo de Eliseu, todavia nenhum deles foi purificado, senão Naamã, o gentio (Lc 4.27).

Timóteo era um homem doente. É Paulo quem nos dá esta informação: “Tome um pouco de vinho, por causa do seu estômago e das suas freqüentes enfermidades” (1Tm 5.23). Ora, será que sua avó Lóide, sua mãe Eunice, os presbíteros da igreja, Paulo (seu pai na fé e tutor eclesiástico) e ele mesmo, todos crentes, não oravam por sua cura?

Paulo foi obrigado a deixar Trófimo em Mileto, porque ele havia adoecido (2Tm 4.20). Cabe aqui a mesma pergunta: será que Paulo, os demais companheiros de viagem, a igreja de Mileto e o próprio Trófimo não clamaram em favor de cura?

É certo que a Bíblia encoraja a oração em favor dos doentes. É uma das obrigações da igreja, nem sempre levada avante: “Entre vocês há alguém que está doente? Que ele mande chamar os presbíteros da igreja, para que estes orem sobre ele e o unjam com óleo, em nome do Senhor. A oração feita com fé curará o doente; o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, ele será perdoado” (Tg 5.14-15). Mas nem sempre o doente é levantado por Deus, não por falta de fé nem por ter cometido algum pecado não confessado. Muitos cristãos notáveis por este mundo afora adoecem, permanecem doentes e morrem.

A soberania de Deus tem que ser levada em conta. Ou será que a igreja primitiva não orou em favor de Estêvão, que foi apedrejado (At 7.54-59), nem de Tiago, irmão de João, que foi decapitado (At 12.1-2)? Será que ela só intercedeu em favor de Pedro, que foi milagrosamente libertado da prisão (At 12.3-19)?

***
Fonte: ULTIMATO, Via Graça Plena

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

25 COMENTÁRIOS

  1. A algumas semanas atrás estavamos falando de respostas de orações e curas, tds estavam defendendo a mesma idéia desse sujeito (Edir). Então eu falei que nem sempre as orações tem a resposta que gostaríamos e citei o exemplo de Moisés que pediu para entrar na terra prometida mas mesmo assim não entrou (será que ele não tinha fé qd orou?) e também Paulo que fala que orou por três vezes pedindo para ser retirado o seu "espinho da carne", e não aconteceu. Sabem o que o pastor me respondeu??? Que isso foram exceções, pq Deus sempre quer curar….Pena que eu não lembrei dos outro exemplos que foram citados neste artigo…Por que olha só qts exceções..rss

    Abraço

  2. Thays,

    Nem o Edir Macedo nem a maioria dos líderes carismáticos dos nossos dias estão dispostos a aceitar essa verdade. Eles não querem o Deus soberano; preferem um deus-fantoche, uma divindade de fácil manipulação.

    Nunca duvidei que Deus pode curar, nem hesito em orar pelos doentes, mas sei que a cura nem sempre acontece. É preciso ter bastante fé para ser curado, mas é preciso muito mais fé para viver com uma enfermidade.

    Um dia estaremos com Cristo no céu, e lá sim teremos um corpo glorificado e incorruptível. Enfermidades serão coisa do passado. Mas até lá…

    Abraço fraterno,

    Leonardo.

  3. Sou nova aqui no blog,o descobri agora.Sempre tive dúvida nesse assunto,há algum tempo,não tenho mais.Minhas dúvidas acabaram quando me voltei para a palavra.Somos tão bombardeados de asneiras q esquecemos de ir lá na bíblia e conferir.O artigo verbalizou tudo q eu penso…só esqueceu de algumas pérolas do tipo:"eu te ordeno sai enfemidade,satanás ,bata em retirada".Como se toda doença fosse permissão ou ação de satanás.e jó? e paulo? e os leprosos q não eram curados? e tantos cegos?e tantos irmãos cuja graça bastava e eles iam seguindo com fé,certos da salvação? as pessoas estão esquecendo de um detalhezinho q faz toda a diferença: ler a bíblia.
    parabéns pelo blog.

  4. O mais danoso nesse discurso é que as pessoas que não são curadas começam a carregar outro fardo: A acusação de que não tiveram fé o suficiente para alcançar a cura. Em seguida a isso a descrença no deus pregado por esses sujeitos é quase que inevitável, tirando a chance da pessoa conhecer o verdadeiro Deus Imutável, Amoroso e Paciente.

  5. Aracy,

    Seja Bem-vinda ao Púlpito! Assim como você foi enganada, há hoje milhões de pessoas sendo igualmente seduzidas por este evangelho de mentiras. Devemos orar para que Deus conduza estes cegos à verdade, da mesma forma como um dia ele iluminou a mim e a você.

    Abraço,

    Leonardo.

  6. Meire,

    Lembro de ter lido a história de um pastor que pregava a teologia da prosperidade, e ensinava que ficar doente era sinônimo de falta de fé. Um dia, sua esposa teve câncer, ele se viu diante de um dilema: abraçar sua esposa e sofrer com ela, ou censurá-la por não ter fé suficiente, numa ultima tentativa de despertar sua fé. Ele escolheu a segunda opção. Um dia, diante de toda a igreja, ele apontou o dedo para ela e a censurou por sua "incredulidade". Algum tempo depois, sua esposa morreu.

    Abraço fraterno,

    Leonardo.

  7. Meu estômago embrulha… Água com gás! Urgente!

    A gente tem que aprender a conviver (NÃO SIGNIFICA ACEITAR!) com esse tipo de coisa / pessoas…

    O Macedo tem um probleminha nas mãos, não é verdade? E, com tanto tempo de "ministério", cadê a cura? A fé dele é pequenininha, né? Tá demorando…

    Tenho um tio que era cristão, mas por acreditar nesse tipo de coisa, quando adoeceu gravemente, revoltou-se contra Deus… Nunca tive oportunidade de conversar com ele sobre isso, mas minha mãe contou que ele fala cada asneira… Só falta dizer que Deus é o diabo!

    Uma pena… Principalmente com relação ao povo que é… como eu poderia dizer… ignorante, sem muito estudo, ingênuo (como esse meu tio), que se deixa levar…

    Repito: Até quando, meu Deus?! Até quando???!!!

  8. Muitos líderes desse evangelho de mamom tem em comum doenças graves como o cancer. Tratamentos as econdidas são as soluções encontradas por esses coronéis. Veja o exemplo da Joice Meyer.

  9. Graça e Paz,
    Bom eu tenho vivido bem na pele esse problema dentro da igreja (literalmente e psicológicamente) pois além dos problemas que tenho com a minha saúde, que perduram a 2 anos, ouço muitas abobrinhas…
    Dos tipos:
    "Falta de fé", " que é a consequência dos meus pecados", "tá pagando o preço" (isso eu ouço de "irmãos em Cristo que são da minha própria igreja e da minha família tbm"…

    Quando não são os olhares… indiscretos…

    O meu problema ainda não foi diagnosticado pelos médicos, a única coisa que sabem é que é uma doença auto-imune, ou seja que o meu sistema imunológico não me reconhece como parte de mim… e ataca a minha pele com inúmeras bolhas e feridas. Dentre os diagnósticos mais prováveis são Lúpus ou Penfigóide Bolhoso, já fiz 5 biópsias.Com tudo isso eu tive que cortar,tive praticamente que raspar a kabça, pois as bolhas acometeram o meu couro cabeludo… a igreja que eu congrego não tem esses costumes de roupas mas adivinhem o que eu ouvi de uma certa irmã :

    "O Espírito Santo está me revelando irmã que vc precisa se libertar da vaidade… e começou a falar que vivia doente quando pintava as unhas…mas que quando deixou a "vaidade" o "deus dela" curou ela… (um detalhe importante: Essa irmã é viúva, mas vive maritalmente com um homem a anos, e não se casa com ele para não perder a pensão do primeiro marido…)
    Não é para denigrir a imagem de ninguém que estou citando isso, mas para dividir uma esperiência que tenho vivido pessoalmente…

    Ainda bem que existem pessoas que não se contentam com essas asneiras que tentam entrar na igreja…

    Um abraço, Rubia

  10. Renata,

    Também tenho um tio que se decepcionou com Deus por causa teologia da prosperidade. As promessas não se cumpriram e hoje ele se queixa contra Deus, cobrando o que Deus nunca prometeu. Uma pena…

    Quanto a sua pergunta (Até quando?!), acho que é até Jesus voltar. Até lá, vamos pregar a verdade, denunciar o erro e orar pelos perdidos. Argumentos convencem naturalmente, mas só Deus pode converter sobrenaturalmente. Façamos a nossa parte e confiemos em Deus.

    Abração, paz e bem!

    Leonardo.

  11. Meire,

    E o Haggin, o papai dessa galera, com aquele fundo de garrafa na cara? Cadê a fé dele?

    A Jonara tem um primo pastor da Universal. Cada vez que fica doente (gripe, caxumba, qualquer coisa), é afastado para fazer o tratamento.

    As igrejas da prosperidade vendem ilusão; são uns criminosos, essa é a verdade.

    Abraço,

    Leonardo.

  12. Rubia,

    É preciso ter bastante fé para ser curado, mas é preciso muito mais fé para viver com uma enfermidade. As pessoas que andam questionando a sua fé, não conhecem o Deus bíblico.

    Sigo orando por você, para que Deus restaure sua saúde. Até que ele o faça, leia mais a bíblia e ouça menos essas pessoas que, embora as vezes bem intencionadas, te fazem mais mal do que bem.

    Abraço fraterno,

    Leonardo.

  13. Olá gente,

    Estou contente com a reflexão gerada neste ambiente. O pessoal está interagindo, compartilhando a fé e seus problemas também. Eu creio na cura divina. Mas não creio no monopólio dos curandeiros.

    O fato é que existe uma multidão de frustrados dentro destas igrejas que prometem cura física. (Os casos citados por vocês são claras evidências deste fato) Obviamente, toda ênfase está na grande minoria que é curada pela infinita graça do Senhor, que acabam servindo de testemunhos para os demais.

    Porém, todo aquele que promote curar, deveria ter a obrigação de curar. Diz que no código do Hamurabi aquele que prometia cura e não curava era amarrado em um pedra e lançado no fundo do rio eufrates. Assim Hamurabi consegui aboliar de seu império o curandeirismo.

    Orem pela minha esposa quando lembrarem. Ela tem hiper-tensão com apenas 22 anos de idade. E como disse o Léo, continuo na fé mesmo na enfermidade. Pois tudo posso naquele que me fortalece.

    abraços,
    Dani

  14. O que mais fazem é usarem mágicas do tipo campanhas, jejuns pra cura (barganha), longas orações, rosa ungida, água fluidificada, sal grosso (fica ótimo no churrasco), etc, e se esquecem que a resposta de Deus pode ser: SIM, NAO e ESPERE. Errais por não conhecerem as Escrituras nem o poder de Deus.
    Trato desses assuntos em meu blog.

  15. Passei a ficar enojado de tudo o que esse cara fala.E olha que passei mais de 4 anos lá.Eu só sei que um dia Ele vai estar de frente com o Dono da Palavra,ai eu quero ver ele enganar Jesus!Se bbiar, acho que ele vai até tentar sabia?kkkkk. Não é dificil,pois do jeito que ele é cara de pau, rsrsrs.Abçs

  16. O Poder de Deus?
    Acompanhamos diariamente através da mídia pessoas que se intitulam bispos, apóstolos, pastores etc. utilizando argumentos bastante convincentes para conseguir “atrair” uma quantidade máxima de membros para suas igrejas. Alguns pretensamente afirmam: “se a sua igreja não resolve, venha para cá que nós resolvemos!” “era de um ministério assim que vocês estavam precisando!” “aqui é o templo da fé”, “templo dos milagres” , “última porta!” etc.
    O que dá para perceber em certas denominações é que há uma “guerra declarada”, como se a “placa” da igreja pudesse resolver todos os problemas. E não nos enganemos, o povo está acreditando nisso.
    Nessa guerra vale tudo: lenço ungido, sal grosso, pão ungido, óleo ungido, flor ungida e muitas outras coisas mais, o “negócio” é encher a casa para as grandes “concentrações de fé”. Há registros de pessoas que vendem suas casas e carros e depositam nas “campanhas”, acreditando que Deus está no negócio, porque os homens que estão na liderança são homens de fé. Mas quando a pessoa não recebe o milagre a desculpa é que lhe faltou fé.
    Nessas reuniões é notório o apelo aos milagres. Não se fala em outra coisa a não ser nas bênçãos.
    Jesus disse para a igreja ir por todo o mundo e pregar o evangelho a toda criatura. Aqueles que crerem serão salvos, mas os que não crerem serão condenados. Depois Ele afirma que os sinais seguiriam aos que cressem. Que no Seu nome falariam novas línguas e imporiam as mãos sobre os enfermos e os curariam(Marcos 16.15). Veja que a ênfase de Jesus foi a Salvação das almas. Os milagres viriam em um segundo momento.
    Em Atos 2 temos o derramamento do Espírito Santo sobre a igreja. A Palavra nos diz que estavam reunidos e foram Batizados com o Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. Pedro levanta para explicar sobre aquele Poder que a igreja recebeu e aproveitando pregou sobre o Jesus que Ressuscitou dos mortos, Derramou o Poder e Perdoa os pecados daqueles que se arrependem, novamente vemos a ênfase: Salvação das almas. Como resultado da pregação desta Palavra cerca de 3.000 almas aceitaram a Cristo naquele dia.
    Em Atos 3 temos a cura de um coxo de nascença na porta do templo. Esse milagre chamou a atenção da multidão e Pedro mais uma vez aproveitou a oportunidade e pregou a Salvação em Jesus Cristo e mais 2.000 almas aceitaram a Cristo como Salvador. Houve um grande milagre, mas a ênfase novamente foi a Salvação. Os apóstolos entendiam que a missão sempre foi conduzir as almas ao Céu.
    Em Atos 8 temos o evangelista Filipe pregando em Samaria. O texto no diz que ele anunciava-lhes a Cristo(vers. 5). As multidões atendiam unânimes às coisas que Filipe dizia, ouvindo-as e vendo os sinais que ele operava. Os espíritos imundos de muitos possessos saíam gritando em alta voz e muitos paralíticos e coxos foram curados. A ênfase também era a Salvação das almas.
    Há muitos outros textos a acrescentar que atestam que a igreja foi convocada para Pregar a Salvação das almas prioritariamente. Paulo entendia bem isso quando disse: “Não me envergonho do Evangelho porque é o Poder de Deus para Salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1.16). Acredito que há muitos líderes dotados com os mesmos dons e que foram chamados pelo Senhor para ganhar almas, mas que estão invertendo a ordem deixada pelo Senhor. Está faltando sabedoria ou está sobrando esperteza. Em Provérbios 11.30 a Palavra não deixa dúvida: “O Que ganha almas é Sábio!”.

  17. Gostei muito desse encontrar um site como esse,onde vc pode expressar a verdade que clama dentro de si.
    e quero dizer que estou decepcionado com a igreja de nossa geração,
    uma geração que só olha pro seu próprio unbigo,
    Jesus foi é e será meu o "idolo" e não como muitos fazem por ai,
    os pastores cada dia estão mais anbiciosos e traiçoeiros,mas não digo isso para que ningém se desanime e saia do caminho que é Jesus,pois a igreja é de Jesus,e se vc tem plena certeza de que é a igreja de Cristo na terra nunca saia de sua presença.
    A paz do Senhor Jesus Cristo seja com todos,
    e fique mesmo ligados pois os falsos profetas não estão brincando
    estão se desfarçando de ovelhas ,mas por dentro são loubos roubadores.
    "Apaz" de Deus!!!!!!!!!!!!

  18. Sim,eu creio que Deus tem poder suficiente para curar qualquer tipo de doença,de uma gripe a uma aids,mas primeiro Deus esta preocupado com a salvação dessa vida.Em nossos dias temos que se levantar como uma geração Radical que não se curva diante dos banquetes desse mundo e tambem não devemos pregar um envangelho mentiroso e barato so da prosperidade e da benção, mas um envangelho que confrota as pessoas se arrependerem e a viverem uma vida de santidade pois é mais importante o Abençoador do que a benção,e para finalizar a igreja tem uma missão na terra que é ir é pregar o envangelho na forma verdadeira e pura, se não estamos fazendo isso estamos perdendo o nosso tempo e dando chances para o diabo acabar com essa geração.
    Que Deus Abençõe a todos!!!!!!

  19. Ao rapaz que falou que calvice é doença!

    Meu caro, não fale bobagens. A calvice não é uma doença, mas sim uma disfunção das células-tronco do couro cabeludo. Em breve teremos a resolução desse problema. Ocorre que o careca possui fios de cabelo como o que possui em abundância, entretanto eles são tão minúsculos que são invisíveis aos olhos humanos.(Fonte: yahoo)

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui