Pra não dizer que não falei das flores (3)

21
635
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Com lágrimas nos olhos neste momento, pois acabo de assistir ininterruptamente os quatro videos da série “Os Evangélicos”, exibida nesta semana no Jornal Nacional, da Rede Globo de televisão. Apesar de alguns equívocos históricos e doutrinarios, como a inclusão dos batistas entre os grupos pentecostais e a menção dos adventistas como evangélicos, a série conseguiu retratar a exceção que devia ser a regra: a igreja que, apesar do secularismo ao seu redor, continua sendo o sal da terra e a luz do mundo.

Assine o Blesss

Para você não assistiu, ou que deseja rever a série completa, o Púlpito Cristão tem o prazer de disponibilizar os quatro vídeos juntos, para a sua apreciação:

Parte 1: Assembléia de Deus e Presbiterianos

Parte 2: Metodistas

Parte 3: Adventistas e Batistas

Parte 4: Luteranos

“Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus”. – Mateus 5.16

***
Postado por Jonara e Leonardo Gonçalves

– Dica do blog: Se tiver um tempinho, visite o blog do P.E.P.E., obra social da nossa igreja aqui no Peru. Estamos precisando de parceiros.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

21 COMENTÁRIOS

  1. Excelentes reportagens. Tocou-me profundamente a segunda, em relação à missões urbanas. Essas denominações retratam bem o que é ser evangélico no espírito do ensino de Cristo e mantendo seu senso crítico e consciência da verdade da Palavra, não aquesceram ao incentivado sentimento persecutório da Globo em relação aos “evangélicos” tão propagado pelos neopentecostais e pentecostais doutrinariamente corrompidos.

  2. Boa tarde.
    Esta é minha primeira visita ao site, que achei muito bem estruturado e de bom conteúdo.
    Voces escrevem tudo o que sempre quiz dizer!!!

    Com relação às reportagens da Globo: fiquei muito, mas muito desconfiado. A Globo fazendo apologia dos crentes??? Hum, muito estranho…uma fonte salobra não pode dar água doce (parafraseando o Mestre)..
    Grande abraço

  3. Paz Eliézer,

    Os vídeos são mesmo muito bons, e o fato de terem sido veiculados por uma mídia secular não significa que eles sejam menos verdadeiros. É uma pena que a maioria das vezes sejamos lembrados por causa de escândalos e mercantilismo religioso. Espero sinceramente que Deus use este documentário para conscientizar as pessoas de que nem todo mundo é farinha de um mesmo saco.

    Abraço fraterno,

    Leonardo.

    PS: Sobre o outro tema não tenho nenhum compromisso em São Paulo, exceto visita a um amigo no Guarujá. Mas tenha por certo que irei dar um passeio na capital, e quando for, te aviso.

  4. Caro Wesley Amorim,

    Que bom que você gostou do nosso trabalho. Estamos longe da perfeição, mas graças a Deus o blog tem melhorado muito. Os novos colaboradores tem feito o trabalho direitinho, e com a ajuda dos leitores a gente vai aprendendo e melhorando a cada dia.

    Não é nada comum ver a Globo falando bem dos evangélicos, e idependente de ter um motivo oculto ou não, o fato é que a veiculação dos vídeos resultou em glória para o evangelho de Cristo. Melhor isso do que sermos citados por causa de escândalos políticos, por exemplo.

    É claro que devemos estar atentos como disse o prezamado pastor Newton. “Ai de vós quando todos os homens falarem bem de vós, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas!” (Lc 6.26), Mas Jesus também disse que deveríamos ser luz, e que por causa das nossas obras os homens glorificariam a Deus (Mt 5.16). Ele ensinou que o brasão do cristão é o amor (Jo 13.35), e que esse amor deve ser compartilhado com o mundo.

    Portanto, devemos estar atentos, mas podemos sim nos alegrar no bom testemunho destes cristãos citados no documentário.

    Um grande e caloroso abraço, e obrigado pela visita.

    Leonardo.

  5. Leo,

    Eu passei metade da minha vida adulta escutando o JN chamar os protestantes (veja que vem de longe) de seitas. A Globo é empresa de planejamento com a bussola da pesquisa, como poucas. Tanto que ajudou a criar e transformar em sinonimo de pesquisa o IBOPE. EU não tenho nada contra pesquisa. Vivo disto. Tenho contra hipocrisia. No JN não tem arrependido, só tem vendido. Risos.

  6. Meu mano Danilo!

    Você tem razão em muitas coisas. Ainda me lembro da mini-série “Decadência” e da péssima contribuição que ela deu para a imagem do evangélico. Eu ainda estava no Brasil quando a TV dos Marinhos transmitia a novela duas caras, onde eram apresentada a pior face dos evangélicos. Na época me indignei com a noção estereotipada que a Globo transmitiu, mas por outro lado aquilo me ajudou a refletir certas coisas, como por exemplo, “qual a imagem que os evangélicos têm passado para a sociedade?”.

    Não estou dizendo que devemos ser hipócritas afim de agradar a todos (você mais do que muitos sabe que eu não sou assim), mas entendo que a nossa fé precisa sim ser repensada. Aliás, o Púlpito Cristão é isso: uma oportunidade para os crentes repensarem sua fé.

    O que eu acho mais engraçado é que, quando a Globo esculacha os crentes, o pessoal reclama. Mas quando ela faz uma coisa que preste, e exibe um documentário como esse, todo mundo fala mal e fica com o pé atrás… A conclusão que eu tiro é a seguinte: “o que quer que a Globo faça, ela sempre estará errada por ser a Globo!” (risos).

    A exibição dessa reportagem não foi suficiente para redimir o passado da emissora. Aliás, quando trata-se de assuntos pró-familia (casamento e direito a adoção de filhos para os Gays), a Globo novamente se encerra no seu mundinho e “desce o braço” na igreja. Os pressupostos deles estão bem estabelecidos, e eles estão longe de arrepender-se.

    Só mesmo sendo Deus Onisciente para saber qual a real intenção da emissora. Porém, se você quiser saber a opinião de um “verme mortal”, eu creio que ela percebeu que bater nos crentes não resolve. Os evangélicos somam hoje uma fatia considerável da população, são mais de 30 milhões de telespectadores! Penso que, qualquer que seja a real motivação, ela certamente passa por aí.

    Como eu disse ao Wesley Amorim: “Não é nada comum ver a Globo falando bem dos evangélicos, e idependente de ter um motivo oculto ou não, o fato é que a veiculação dos vídeos resultou em glória para o evangelho de Cristo. Melhor isso do que sermos citados por causa de escândalos políticos, por exemplo”.

    Mas essa é apenas a minha humilde opinião…

    Abraço fraterno, paz e bem!

    Leonardo.

  7. Mas quando virem no meio deles os seus filhos, a obra das minhas mãos, santificarão o meu nome; Isaías 29;23

    Amados esta materia foi muito boa porque estamos vendo o dizimos sendo bem empregado e as porfecias se comprindo.

  8. Como é maravilhoso ver o nome de JESUS proclamado através da fé de cada um deses irmãos mostrados nos vídeos, como não chorar diante de tão belo testemunho.

    Posso ter me enganado, mas o nome de JESUS não foi citado, pode ter acontecido e não percebi.

    Sobre a reportagem da globo, sendo boazinha com os evangélicos, precisamos nos lembrar que os evangélicos são eleitores, portanto eles votam.

    O ano que vem é ano de eleições, bater em eleitor é perda de voto na certa.

  9. Caro Leo

    Foi uma surpresa agradável para mim, esta reportagem sobre os evangélicos em horário nobre.
    É pena, que depois do sal da terra, venha a chamada para “O Caminho das Índias”.

    Fica aqui uma pergunta no ar:

    Será que a Globo vai mostrar a Renascer e a Universal?

    Será que isso, ainda não vai dar uma boa briga depois?
    Tomara que não.

    Os Marinhos não são candidatos a nada, portanto, prefiro pensar o melhor.

  10. O léo, que interessante hein, essas reportagens do jornal nacional, arrebentou a boca do Balão, ainda mais vindo da Globo, quem esperava hein…

    Um trabalho muito bacana ter unido as quatro aqui no pulpito.

    fica na Paz.

    Elias

  11. Prezados,

    Parabéns pelas postagens, fiquei lembrando de uma frase de Jesus: “brilhe a vossa luz diante dos homens”. Sabemos que as igrejas evangélicas fazem muito mais do que foi mostrado, mas já valeu, porque chega um dia em que até a Globo, teve de mostrar as boas obras pelos evangélicos.

    Abraço.

  12. Pelo que sei, as reportagens dessa série terminaram. Infelizmente, apesar das igrejas neopentecostais mais destacadas como IURD, Renascer, Sara Nossa Terra, Lagoínha dentre outras não deverão ter suas frentes sociais evidenciadas, a primeira por motivos obvios. Certamente se considerada a relação arrecadação/retorno social, pela capacitação financeira que estas possuem em arrecadar recursos elas poderiam ter trabalhos mais destacados tanto em número de frentes sociais como em resultados. Infelizmente os grandes recursos que poderiam ser aplicados a fim de fazer um bem a curto prazo para os desvalidos da sociedade, assim manifestando o testemunho do Evangelho do Reino ao mundo, é usado para pagar a preço de ouro grandes periodos de exposição na TV fazendo proselitismo religioso, perpetuando esse ciclo de retroalimentação maligno de mater viva a estrutura perversa que representam e dela tiram seus gordos salários.

  13. DEUS TRABALHA ONDE NINGUEM POSSA IMAGINAR, E NADA IMPEÇA QUE O PESSOAL DA GLOBO SE CONVERTAM, AFINAL JESUS MORREU POR ELES TAMBEM.
    CREIO NA SINCERIDADE DAS REPRTAGENS

  14. Olá, particularmente, essa série serviu pra uma coisa: confirmar que eu já suspeitava..a TV Globo não tem nada contra EVANGÉLICOS SÉRIOS.

    Evangélico zé povinho é fogo cara, me dá uma ligeira ânsia… mas fazer o que né? vamos viver a vida normalmente…rs
    E outra, até eu que sou evangélico, batizado e tudo o mais (imersão em rs) não tenho bons sentimentos ao pensar em Edir Macedo, bispa Sônia (e olha q Sõnia é o nome da minha mamãe em). Me bate um certo desconforto. Imagina a "maléfica" Globo? Que nem batizada por aspersão foi… hehehehe.

SUA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui